quinta-feira, 2 de maio de 2013

Se no Brasil tivesse: To commad and collar(Tradução livre:Para comandar e encoleirar)-Cherise Sinclair(+18)





O que eu posso dizer sobre esse livro?
Deixe-me ver!
Ele é mais quente que Cinquenta tons de cinza e com certeza mais malicioso que qualquer outro livro que eu li, serio.
A cada pagina que eu virava era como se eu estivesse vendo as cenas em si, o livro te prende e quando você se dá conta já está ali o devorando como louca.
O livro trata sobre escravidão sexual e sobre como as mulheres superam os traumas adquiridos quando são feitas de escravas sexuais.
Para mim, ler esse livro foi uma experiência nova e muito quente.
Eu não conseguia ficar parada sem querer matar o Conde filho da puta, eu me senti como Kimberly e quis matar esse homem.
Tá, voltando.
O livro começa com Mestre R fingindo ser um comprador de escravos sexuais e ali naquele ambiente ele encontra a Kimberly que é a amiga de Gabi a submissa do Mestre Marcus, uma jovem de língua afiada.
Mestre R se encontra tendo que decidi que se continua a fingir ser um simples comprador ou compra a pequena e cheia de cicatrizes Kimberly.
Ele não sabe o que fazer, sendo que ele estava trabalhando para o FBI, mais ao olhar para o corpo da jovem e vê a s cicatrizes, ele é levando pelo impulso e arruína os planos do FBI ao compra-la.
Agora a tarefa mais difícil para ele é fazer com que ela confie nele já que para ela ele é mais um sádico maníaco que só quer seu corpo, mais  com o passar do tempo Kim passa a confiar no Mestre R e se sente seduzida pelo seu sotaque espanhol...Até eu me senti seduzida!
Mi gatita!
Bueno, chiquita( Ok, nessa parte eu ri muito, porque me lembra de Chiquinha do Chaves).
Gente, a cada cena você não sabia se ficava com calor, acredite o livro é mais quente do que qualquer outro livro ou simplesmente fazia como Mestre R se exercitava... Ai acho que peguei fetiche por exercícios físicos... Ok parei!
Mais serio, eu adoraria ter um Mestre R na minha vida, alem de ser superdominante, ele também é super carinhoso e atencioso.
Kim com o passar do tempo começa a superar seus ataques de pânicos e tenta levar uma vida normal mesmo sabendo que não poderia ficar perto da sua família.
E onde o mestre R entra nisso?
Bem, digamos que ele a ajuda muiiiito, sabe a superar seus traumas e seus ataques de pânicos de uma maneira digamos não muito normal, kkkkk.
Eu amei o livro, é completamente uma viagem por um mundo totalmente diferente, onde o sexo, amor, dor, castigos dominam...
Mais tem uns Dom capazes de fazer qualquer mulher suspirar como uma boa adolescente apaixonada.
Se você gosta da Saga Cinquenta Tons com certeza vai amar essa Saga... Mestres do
Shadowlans .

Sinopse:

Determinado a encontrar os traficantes de seres humanos sequestrando os submissos do Shadowlands, Mestre Raoul consegue ser convidado para um pequeno leilão de escravos. Uma vez informado, o FBI ordena que ele rejeite todas as escolhas oferecidas, para que os traficantes de escravos possa convidá-lo para o grande leilão. Mas para o choque de Raoul, uma das escravas é a amiga sequestrada de uma das sub do Shadowlands. Ela tem um corpo cheio de cicatrizes… E um espírito inquebrantável. Ele não pode deixa-la para trás. Arruinando os planos cuidadosamente colocados do FBI, ao comprá-la.
A liberdade de Kimberly vem a um preço devastador: As outras mulheres ainda são escravas. Um ataque do FBI é sua única esperança de resgate. Desesperada para ajudar os federais a localizar o grande leilão, ela concorda em posar como escrava de Mestre Raoul. Usar uma coleira de novo é aterrorizante, mas sob os cuidados do dom poderoso, Kim começa a cicatrizar e, em seguida, florescer. Agora ela se sente atraída pelo que—fugiu—a vida inteira.

Ela tinha escapado dos traficantes de escravos que tinham capturado seu corpo—ela conseguiria escapar do mestre que capturou seu coração?


                                                                          

Nenhum comentário :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...